Favela legal

Uma nova lei aprovada pela Assembléia Legislativa de São Paulo permitirá que milhares de pessoas que vivem atualmente nas favelas paulistas possam receber um título de posse e, assim, passar a ter acesso a luz, água, asfalto e outros serviços da malha urbana. Um dos autores é o deputado Mauro Reali (PT).

Segundo o site Carta Maior, só no município de São Paulo, existem 2.018 favelas, que abrigam 378.863 residências, de acordo com a Secretaria Municipal de Habitação. “A maioria delas não tem acesso a energia elétrica, tratamento de esgoto ou água encanada”, diz o site.

Duas coisas: primeira, não têm mesmo? Gatos de água e luz são a coisa mais comum em Heliópolis, no Jardim São Remo (onde comecei a exercer o jornalismo, há oito anos) ou em qualquer outra região da periferia paulistana. Segunda: criamos uma cultura perigosa no Brasil, a cultura do assistencialismo. Ela destaca e prima sempre pelos direitos do cidadão, pela cidadania. Mas a cidadania também implica deveres, certo? Pagarão essas pessoas impostos? Terão condições de pagar?

Incrível. Mas continuamos resolvendo questões na superfície, sem chegar às causas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s