Brasil em segundo, esquizofrenia em primeiro

Viva o Second Life. O Brasil já ocupa a segunda posição no ranking dos países com residentes no ambiente virtual. Segundo as estatísticas demográficas de julho, as últimas divulgadas pela Linden Lab, empresa norte-americana que criou o Second Life, 8,55% das contas ativas são de brasileiros. Os Estados Unidos aparecem em primeiro lugar, com 26,55%.

Só falta começar uma corrida tão besta como a que aconteceu no Orkut, lá para os idos 2003. Queriam porque queriam passar os norte-americanos no Orkut. Passaram. E o Orkut enjoou. Me fez lembrar a definição de um amigo para “internauta brasileiro”: gafanhoto. Ou nuvem de. Chega, devasta, vai embora.

Enquanto isso, em matéria de pesquisa e compartilhamento de conhecimento, a gente continua longe deles. E nem precisa ser doutor e acadêmico para comprovar —na Wikipedia, temos 284 mil artigos, contra 2 milhões deles.

Êta povinho besta, esse meu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s