Avatar 2.0: seu clone independente

Perturbador o vídeo “Prometeus”, espécie de EPIC 2015 que anda circulando pelo YouTube. Produção visual bacana, narração tosca, final de gosto duvidoso. Enfim, resultado pior que o do EPIC 2015, a não ser por uma idéia —a de que seus avatares (no Orkut, Second Life, whatever.com) podem se tornar agentes inteligentes, que fazem buscas, interagem e trazem resultados para você (e sua vidinha analógica ;-) ) sem que você precise ordená-los.

Se EPIC 2015 já assombrava, Prometeus realmente faz parar para pensar. E por vários motivos.

Creio que o principal seja a perda de controle. Hoje em dia a sociedade industrial de massa luta contra a informacional, e no plano dos simples seres humanos (nós), a sensação é de medo —tememos, o tempo todo, perder o controle. Vivemos na corda bamba, aliás, entre manter certo grau de controle sobre as extensões do nosso ser, que criou a linguagem e as ferramentas como extensões de si próprio, mas começa a ver essas extensões dominando-o, ganhando vida. Momento em que a criatura ameaça o criador.

Numa realidade como a do avatar 2.0, clones virtuais inteligentes seriam o pergo no caixão. Definitvamente não haveria mais medo da perda de controle —porque aí, de fato, ele já teria sido perdido.

Anúncios

Um comentário sobre “Avatar 2.0: seu clone independente

  1. Pingback: Yet another Web 3.0 definition « Clico, logo existo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s