Junte tudo, eis a Web semântica (?)

Virou corrida. A tal da Web semântica, que já tem gente chamando de Web 3.0 (quando mal entendemos ainda o que é a Web 2.0), já começou a ganhar forma, ao menos nos EUA. E também mais um nome —Twine, de uma empresa de São Francisco chamada Radar Networks.

Grande mash-up,  o Twine centraliza todas as informações importantes para alguém —de contas de e-mail a vídeos no Youtube. A idéia é algo como “junte tudo que você tem online, adicione critérios de relevância e deixe a máquina devolver o que lhe interessa”.

Você pode publicar o que quiser no site, ou configurá-lo para coletar automaticamente os lugares por onde você navega. A partir de um determinado volume de informação, o serviço começa a separar informação em pessoas, conceitos discutidos, lugares ou empresas. Assim você pode fazer buscas por conteúdo próprio (e relacionado) de forma contextual. Além disso, recursos de redes sociais dão uma pitada de “inteligência coletiva”.

O site já abriu registro para quem quer experimentar a versão beta. E apesar de não ser o primeiro a pisar no terreno da Web semântica —ferramentas como Bloglines, Netvibes, Del.icio.us e outros já abriram a picada—, o Twine promete.

Em tempo: um artigo do Times Online fala um pouquinho sobre Web 3.0 e pode ser interessante para entender a tal da Web semântica. E vale lembrar que “Web 3.0” é invenção de marketeiro —o Tim Berners-Lee já falava disso há anos!

Anúncios

2 comentários sobre “Junte tudo, eis a Web semântica (?)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s