Demorou: notícias em mapas

Na rota para a integração do GPS a todos os aparelhos que nos cercam, o site norte-americano YourStreet já começou a abusar do hiperlocalismo —cumpre-se a profecia de Epic 2015 com a postagem de notícias em mapas e a organização da relevância a partir de critérios regionais.

Quando aberto, o site detecta a localização do usuário e mostra um mapa de sua região atual. Em balões semelhantes aos de serviços comerciais do Google maps (ou as fotos mapeadas no Flickr), aparecem notícias, conteúdo gerado por usuários, e também pessoas, que também se adicionam ao mapa. Também é possível manipular o mapa com zoom ou com números de CEP.

O fundador do serviço, James Nicholson, disse ao Technology Review que a inovação do serviço está em reunir conteúdo gerado por usuários a notícias agregadas —segundo ele, são mais de 30 mil feeds RSS coletados e distribuidos geograficamente pelo mapa.

Autores como Galloway e Ward já falam do assunto há algum tempo, e descobri na disciplina Pensadores do ciberespaço, na ECA, que há um universo chamado “mídia locativa” que as principais empresas de Internet no Brasil ainda nem sequer entenderam. Será que a gente chega lá?

Anúncios

Um comentário sobre “Demorou: notícias em mapas

  1. Falava dos medos…bem isso aí me assusta. Esse escancaramento de cada um, pode ser bem util, mas por outro lado para se transformar em um controle não parece faltar muito. Muita paranoia??? Talvez….
    Adoro a tecnologia, mas tenho MUITO medo do uso dela!!!!!
    um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s