Dez mandamentos do Google para um bom site

Sue Factor, do time de experiência do usuário do Google, destaca no blog oficial da empresa os dez mandamentos que, para os amigos de Mountain View, torna um site bom. Com isso, esperavam demarcar princípios para webmasters e designers. Aí vão eles, com alguns pitacos:

  1. Tenha foco nas pessoas —suas vidas, seu trabalho, seus sonhos. Bonito, realmente bonito. E super válido. Exercício difícil de se fazer quando não se sai das próprias idéias, da própria mentalidade, para buscar algo que seja útil para o outro.
  2. Cada milisegundo conta. Isso para os desenvolvedores, claro. Mas também para quem trabalha com gerenciamento de projetos. Cada atraso no lançamento de um produto, na trilha que vai de uma idéia a uma solução, é perda de oportunidade no mercado.
  3. A simplicidade é poderosa. Isso até a Philips já sabia… mas ainda custa para muita empresa de Internet hoje em dia. Porque, na maior parte das vezes, o primeiro mandamento é esquecido. Hey: não é o que você é capaz de desenhar ou programar que importa; é o que será útil para seu usuário!
  4. Engaje iniciantes e atraia especialistas. Essa talvez seja a parte mais difícil. Talvez por trabalhar com jornalismo de tecnologia, vivo este dilema há quase dez anos. Se você descobrir a fórmula, por favor compartilhe… porque o que atrai um normalmente afasta o outro. Adorno que o diga…
  5. Ouse inovar. Ha! Sério? Vai falar isso para os acionistas bundões que só querem saber de ROI…
  6. Desenhe para o mundo. Ha de novo! Páginas em português? OK, de repente a gente pode começar a pensar em ganhar o vasto mercado de Portugual e dos países africanos que falam a nossa língua. Tudo bem, o conceito é fundamental para uma multinacional. Mas perigoso quando você pensa em uniformização e monopólio.
  7. Planeje para os negócios de hoje e de amanhã. Fundamental. E para que isso aconteça, é importante que todo mundo no processo (isso inclui, em última instância, até a pessoa que lhe traz café) conheça, mas também participe das escolhas sobre o destino do produto. No mundo participativo, ser “dono de empresa” não combina mais. O jogo do “eu mando, você obedece”, se não ocorre por sedução ou complacência, deve acontecer por compartilhamento de metas, e também de responsabilidades. Ou não estamos juntos no mesmo barco?
  8. Encante os olhos sem distrair a mente. Isso vale para você, como gestor de um produto, e também para seu usuário. Vale para manter a usabilidade (o design ajuda, mas não determina), vale para manter o processo de implamentação do produto.
  9. Seja merecedor da confiança das pessoas. Hey, Google… distribua mais donuts então! ;)
  10. Adicione um toque humano. Sobre isso já andei postando… e acredito que só equipes multidisciplinares conseguem transformar um site em algo realmente humano, e menos matemático.

E você? Tem algum outro mandamento? Share! =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s