Como acabar com jornais e revistas de uma vez por todas

Genial a apresentação de Mario Tascón, ex-diretor de conteúdo do site Prisa.com e professor da Universidade de Navarra. Os slides (reprodução abaixo; valeu a dica, Dani) mostram dados que, analisados com lucidez, mostram um cenário preocupante para os jornalistas de papel —e também para os televisivos, e mesmo os online que acreditam fazer Web só porque publicam páginas em HTML…

O jornal impresso é chato, feio e sujo. Só tiozão de gravata lê —além deles, os jornalistas e os jovens que querem dar uma de diferentes. Falta interatividade. Falta multimídia. Falta popularidade.

Falta só um prego no caixão —minha aposta é o papel digital; que, pelas possibilidades de acesso a mais de um veículo, poderá trazer às mãos do leitor algum tipo de poder, algo completamente inexistente diante de um papel imóvel, morto, cujo destino será embrulho de peixe. Quem sabe neste dia dê para ir além dos 8 milhões de exemplares de jornais que circulam no Brasil, para uma população de quase 200 milhões de habitantes.

Veja os slides: “Como acabar con los periodicos de una vez por todas

(Depois volte para comentar hein? =)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s