Eu poderia estar roubando, mas sou consultor de Web 2.0

É incrível como existe um enxame de urubus que circundam as novas criações midiáticas em busca de sobras e restos que possam oferecer à Economia 1.0, absolutamente atrasada e letárgica em relação à Internet. Claro, existe aí um vasto mercado para os urubus, que aprendem meia dúzia de palavras-chave imponentes para falar em reuniões de briefing (por acaso, tinham que inventar o Business Bingo da Web 2.0) e saem arrancando seus salários de tiozões engravatados que ainda nem sabem o que é “blog”.

Agora chega por aqui um estudo do Gartner: “mais de 60% das empresas terão comunidade online até 2010”, diz. Eis o release:

Para fazer novos negócios com a crescente “Geração Virtual”, as empresas terão de oferecer, ou então conectar-se, a aplicações sociais para atrair clientes com informações sobre o que precisam para conduzi-los em direção a produtos e serviços. A análise é do Gartner, líder mundial no fornecimento de pesquisa e aconselhamento sobre tecnologia. Em 2010, mais de 60% das empresas do ranking Fortune 1000, que já têm um website, estará conectada de alguma forma a comunidades online, como forma de relacionamento com seus clientes.

“Um benefício-chave da criação de uma comunidade é a quantidade de informações que uma organização pode obter sobre sua base de clientes, que podem ser utilizadas a curto e longo prazo como relacionamento com os mesmos”, afirma Adam Sarner, analista principal do Gartner. “Os dados podem ser obtidos e usados para o desenvolvimento de produtos, feedback de clientes, fidelização, gestão, segmentação de cliente, campanhas e a satisfação dos consumidores ou de colaboradores. Esta riqueza de informações pode ser utilizada de forma comercial ou individual”, completa.

No entanto, formar uma comunidade online não é uma iniciativa livre de desafios. O Gartner prevê que, até 2010, mais de 50% das empresas que tiverem uma comunidade online vão deixar de focar em cliente e empresa, deixando de investir nesses dois valores. Para acabar com este problema, as organizações terão novas competências para atender às necessidades da Geração Virtual.

Só tem uma coisa: comunidades online existem desde o início da década. Desde 2002 ou antes, Orkut já começava a pegar entre os early adopters da web brazuca. Hoje, esse pessoal já passou pelo Facebook —e, novidade, já está saindo, caindo em comunidades muito mais focadas em nichos. Vou aqui usar uma definição brilhante do colega Marcos Lavieri: o internauta (especialmente o brasileiro) é um gafanhoto. Devasta uma plantação, depois vai para outra. Eis o efeito que a obsolescência programada, criada pelos gurus de Steve Jobs, já causou sobre a massa. O ópio da novidade nunca é suficiente. O capitalismo informacional vicia muito mais fácil que os anteriores.

Por isso, tiozão de gravata, faça um favor ao seu budget. Não contrate consultores. Quer criar um blog? Quer entrar na era da Web 2.0? Quer chegar até seu público-alvo? Ou mudar o foco de sua campanha para um público mais jovem e descolado? Chame aquele seu sobrinho nerd, que não sai do computador ou do videogame. Peça ajuda a ele —ele é mais barato, e provavelmente saiba melhor que os urubus onde estão as pessoas neste momento. Assim você não fica atrasado, e contribui para extinguir o odor de carniça que circula pelo mercado.

P.S.1: os termos em verde no texto são sugestões para você montar sua cartela e jogar “Webingo 2.0 nas reuniões de sua agência! =)

P.S.2: refiro-me neste post àqueles que lêem dois livros e se julgam especialistas. Longe de generalizações, claro que há profissionais sérios e capacitados trabalhando com Web no Brasil, ainda que, pelo que tenho visto por aí, sejam a minoria.

Anúncios

2 comentários sobre “Eu poderia estar roubando, mas sou consultor de Web 2.0

  1. Pingback: Proteja a imagem de sua empresa na Web « Clico, logo existo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s